Feb 27

Em que pese estarem no estado com a menor renda per capita do país, os dez municípios do Maranhão que terão sinais analógicos de televisão desligados em 28 de março próximo já bateram recorde como o aglomerado de maior preparação: a expectativa é de que na data do ‘apagão’ o índice seja superior a 95% de lares aptos a receber somente os sinais digitais.

O resultado surpreendeu a coordenação da transição para a TV Digital, especialmente por se tratar do estado com a menor renda per capita do Brasil. “São Luís já superou Salvador e Recife como a cidade mais preparada e vamos chegar no dia do desligamento pelo menos com 95% dos domicílios prontos”, afirma o presidente da Anatel, e do grupo de implementação da digitalização, Juarez Quadros. “Mas é uma das menores proporções de TV por assinatura, além de ter uma grande proporção de lares que tinham televisão de tela plana”, completa, indicando as pistas para o desempenho maranhense.

Nesta segunda, 26/2, Quadros entregou o kit de antena e conversor de número 184 mil, dos 290 a serem distribuídos aos beneficiários de programas sociais do governo federal que vivem em São Luís e proximidades. A ação tem se repetido em todas as praças há medida em que avança o cronograma, como forma de divulgar o ‘apagão’ analógico.

A diarista Marlene Mendonça vai usar o kit que recebeu nesta segunda para manter em funcionamento o televisor de tubo que tem em casa. Mas como a validar a pesquisa do Ibope, ela revela que já investiu R$ 90 em uma antena. “Eu já fiz uma primeira instalação porque já tinha uma televisão de tela plana”, conta.

Fonte: Convergência Digital



Gostou? Compartilhe!!!

Comments are closed.

preload preload preload