Aug 25

A partir do dia 1º de setembro, as emissoras de TV aberta – Globo, SBT e outras – participantes do Fórum SBTVD (Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre) vão veicular uma campanha para tirar a principal dúvida dos consumidores: Mostrar que a TV digital aberta é gratuita e não se confunde em nenhum momento com a TV paga. Com relação à massificação do sistema, o Fórum SBTVD assume uma postura: Definição de política pública é missão do governo.

Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, 23/08, no Broadcast &Cable e Congresso SET, que acontece no Centro de Exposições Imigrantes, na capital paulista, os integrantes do Forum SBTVD, entre eles, o seu presidente, Roberto Franco, deixaram claro que houve, sim, o uso indevido da marca TV digital pela TV paga, nos últimos dois anos.

“Há uma confusão dos consumidores e sentimos isso claramente no nosso dia-a-dia. A TV digital aberta, com qualidade e nitidez de imagem é identificada, mas não há a percepção que esse serviço é gratuito. Basta ter um aparelho com o selo DTV( do Fórum) e uma antena UHF para a recepção do sinal digital”, diz Liliana Nakanechnyj, coordenadora do módulo de Promoção do Forum SBTVD.

“Não queríamos usar a palavra aberta, mas sentimos essa necessidade porque há muita dúvida”, acrescenta Roberto Franco. Na campanha publicitária de 2011, o slogan do ano passado – “Sinal da TV digital: É pra você,é de graça, é bom de ver” – está mantido. O maior trabalho da campanha desse ano, admitem os integrantes do Fórum, é marcar junto ao consumidor que para ter acesso à programação da TV aberta – com qualidade de imagem – não é preciso contratar serviços populares da TV paga. “Isso precisa ficar muito transparente e ainda não está”, admite Liliana Nakanechnyj.

Dados divulgados pelo Fórum SBTVD revelam que as TVs com conversores digitais integrados são, de fato, a grande estratégia dos fabricantes. Para 2011, a expectativa é que 16 milhões de TVs com conversores sejam fabricadas localmente. No ano passado foram 6 milhões. Para 2012, a previsão é que essa marca chegue a 28 milhões.

“Posso assegurar que 85% da produção de TVs nacional virá com conversor de TV digital já esse ano. O mercado está construindo seu ecossistema”, frisa o presidente do Forum SBTVD, Roberto Franco. Ao ser indagado se a política de massificação para a TV digital estava em construção, o executivo foi firme.

“Definição de política pública é com o governo. Houve até um hiato na transição de comando do governo Lula para o governo Dilma. Mas agora já houve uma retomada das discussões. Não cabe ao Forum definir políticas. Ele serve para harmonizar os interesses de todos os envolvidos na cadeia. Quem traça política pública é o governo e se ele optar pelo subsídio, saberá montar a sua estratégia”, completou Franco.

Fonte: Convergência Digital



Gostou? Compartilhe!!!

Comments are closed.

preload preload preload