Mar 26

País se torna o sexto na América Latina a aderir ao padrão nipo-brasileiro, já adotado pela Argentina, chile, Peru e Venezuela, além do Brasil. Foi firmado um memorando de cooperação com os governos do Brasil e do Japão.

A adesão do Equador já era ventilada, desde outubro do ano passado, quando uma comitiva brasileiro visitou o país, mas somente nesta sexta-feira, 26/03, foi oficializada pelo governo do país. O Equador estudou as normas do SBTVD, Européia, o DVB e o padrão chinês.

O superintendente de Telecomunicações, Fabián Jaramillo, disse que a decisão do SBTVD foi tomada em função da qualidade de serviço e, principalmente, por permitir levar o sinal de TV para cidades que, hoje, ainda não contam com o serviço. No Equador, 84% dos lares possuem uma TV. O prazo de implantação do SBTVD é estimado em sete anos.

As negociações para a expansão do SBTVD, agora, concentram-se na República Dominicana, Costa Rica, Suriname, Paraguai, Moçambique, Tanzânia, Malawi e a África do Sul. Os dois países que resistem ao padrão nipo-brasileiro – já aderiram ao DVB – são Colômbia e Uruguai, sendo que este último pode mudar de posição e há negociações neste sentido.

Fonte: Convergência Digital



Gostou? Compartilhe!!!

Comments are closed.

preload preload preload